Lançamento do livro "Os jovens da jornada"

O livro "Os jovens da Jornada" com autoria de Frei Cícero dos Santos e Luis Alves de Souza Júnior, Trata da caminhada da juventude católica da Diocese de Parnaíba. O mesmo foi lançado para os leitores Parnaíbanos na noite de domingo na comunidade de Santa Cecilia. 

Para adquirir um exemplar dirija - se à secretaria paroquial, mais próxima de sua casa e aumente o conhecimento da força jovem da igreja católica da nossa Felicidade.

feijoada Beneficente na comunidade Cristo Rei

A comunidade Cristo Rei convida você a participar de uma deliciosa feijoada beneficente, que acontecerá no dia 14 de setembro às 11:30h da manhã no salão comunitári localizado na rua Osvaldo Cruz - Praça Cristo Rei - Bairro Boa Esperança. Participe comprando o seu prato por apenas R$ 6,00. De já a coordenação comunitária agradece a presença de todos.

Participe da "VIII Caminhada com Maria" encerrando a festa da Padroeira da Diocese de Parnaiba

No próximo dia 8 de setembro, dia de Nossa Senhora Mãe da Divina Graça você está convidado a participar da 8ª caminhada com Maria que será realizada às16h, saindo da catedral de Parnaiba seguindo pelas principais vias da cidade. Este momento de veneração a Maria terá a participação das Paróquias da Diocese de Parnaiba. Venha você e convide mais cinco irmãos pra celebrar o encerramento da festa de Nossa Senhora Mãe da Divina Graça.

Vem aí: Festa de São Francisco 2014 - Paróquia São Sebastião

De 24 de setembro a 04 de outubro será celebrada a tradicional festa em Honra a São Francisco na Paróquia São Sebastião com tema "São Francisco e a alegria de anunciar o evangelho".
No dia 21 de setembro (domingo) logo após a missa das 8h da manhã, será realizada da festa passando por todas as 12 comunidades da Paróquia.
Dia 24 abertura solene com a celebração da santa missa às 18:30h. No dia 04 de outubro, "dia de São Francisco" às 6h da manhã missa e benção dos animais, 8h missa solene da festa e às 16h procissão e missa de encerramento da festividade em Honra ao Pai Seráfico.




Realização Frades Capuchinhos


A festa de São Francisco (Paróquia São Sebastião), considerada uma das maiores festa católica do Piauí, já faz parte do calendário do turismo religioso de nossa cidade.O festejo reúne milhares de fiéis romeiros vindos de todas as cidades vizinhas dos Estados do Piauí, Maranhão e Ceará. Durante as noites que transcorrem as missas e a novena, mais de 20mil fiéis aglomerados por noite na frente da Matriz de São Sebastião. Um grande e verdadeiro exemplo de  manifestação da fé no encontro com Cristo eucarístico nas celebrações campais. 
A festa também conta com apresentações artísticas que contam as histórias de Francisco, o humilde servo de Cristo que abandonou e se despojou de suas riquezas, doando aos mais carentes, pra se dedicar e vivenciar o evangelho de cristo intensamente, ao lado daqueles que precisavam da conforto e da palavra de Deus, além de se dedicar aos animais, Por isso é considerado santo padroeiro dos animais. São Francisco até os dias de hoje é considerado como um exemplo digno de entrega à obra de Deus.



Festa de Nossa Senhora Aparecida - Conj. Broderville - Paróquia Frei Galvão

Outubro na Igreja inteira é chamado de “Mês Missionário” e de “Mês do Rosário”; para nós, brasileiros, é também o mês da Senhora Aparecida! E, neste ano, em comunhão com o papa Francisco e bispos reunidos em Roma para a III Assembleia Extraordinária do Sínodo dos Bispos, queremos rezar em nosso tradicional novenário, por nossas famílias!
Vivemos numa mudança de época, onde valores ético-morais e cristãos têm sido desvalorizados em muitos lares! Isso já observava, em 1981, o papa João Paulo II, recentemente canonizado, quando escreveu que “a família nos tempos de hoje, tanto e talvez mais que outras instituições, tem sido posta em questão pelas amplas, profundas e rápidas transformações da sociedade e da cultura”. Com estas palavras, o santo papa observava como a perda do sentido do compromisso ou do amor que se percebe em alguns ambientes, embaçou progressivamente o valor, a natureza e a missão da família, provocando a desorientação de muitas pessoas. Dessa forma, vemos que nossas famílias precisam de uma nova evangelização!
Partindo disso, escolhemos como tema deste novenário: “Mãe Aparecida, ensina-nos a evangelizar com alegria nossas famílias!” e como lema: “Eu e a minha casa serviremos ao Senhor” (Js 24, 15)
Assim, como sempre, com grande alegria queremos convidar você, sua família (seu grupo e sua comunidade) a participar do Novenário em honra da Santa Mãe de Deus e Nossa, A Senhora da Conceição Aparecida, Padroeira do Brasil e de nossa comunidade, a realizar-se no período de 3 a 12 de outubro de 2014.


PROGRAMAÇÃO DA FESTA

Dia: 3/10 (Sex) - 18h
• REFLEXÃO DIÁRIA: A família, Igreja doméstica, uma comunidade.
• RESPONSÁVEIS: Apostolado da Oração
• CONVIDADOS ESPECIAIS: Moradores dos Residenciais Dom Rufino; comunidade Igaraçu e comunidades paroquiais de Sagrado Coração de Jesus e de Santa Luzia.
• SÍMBOLO: Foto da família

Dia: 4/10 (Sáb) - 7h
• REFLEXÃO DIÁRIA: A família, educadora da dignidade e respeito de toda pessoa humana.
• RESPONSÁVEIS: Dizimistas
• CONVIDADOS ESPECIAIS: Moradores do Residencial Costa Norte, agentes de Saúde e comerciantes do Conjunto Broder Ville.
• SÍMBOLO: Pão

Dia: 5/10 (Sex) - 19h
• REFLEXÃO DIÁRIA: A família, destinatária e agente da nova evangelização.
• RESPONSÁVEIS: Grupo de Jovens
• CONVIDADOS ESPECIAIS: Moradores da rua Dom Pedro I e das ruas Principal, A, B, C e D do Conjunto Broder Ville;
• SÍMBOLO: Bíblia

Dia: 6/10 (Seg) - 19h
• REFLEXÃO DIÁRIA: A família, aberta a Deus e ao próximo.
• RESPONSÁVEIS: Catequese
• CONVIDADOS ESPECIAIS: Coordenação da Associação de Moradores do Broder Ville (AMBV), Comunidades S. Benedito, Mãe do Bom Conselho e demais comunidades paroquiais de São Sebastião;
• SÍMBOLO: Alimento para doação.

Dia: 7/10 (Ter) - 19h – Celebração Penitencial
• REFLEXÃO DIÁRIA: CONVERSÃO e PENITÊNCIA
• RESPONSÁVEIS: Apostolado da Oração
• CONVIDADOS ESPECIAIS: Aqueles/as que desejam reconciliar-se com Deus e a Igreja.
• SÍMBOLO: Rosário (Terço)

Dia: 8/10 (Qua) - 19h
• REFLEXÃO DIÁRIA: Família, santuário da vida.
• RESPONSÁVEIS: Dizimistas
• CONVIDADOS ESPECIAIS: Comunidades Alto Santa Maria, Menino Jesus de Praga e demais comunidades paroquiais de Santa Ana;
• SÍMBOLO: Semente

Dia: 9/10 (Qui) - 19h
• REFLEXÃO DIÁRIA: Colaboradores da família: a paróquia e a escola.
• RESPONSÁVEIS: Catequese
• CONVIDADOS ESPECIAIS: Moradores das Ruas E, F e G do Conjunto Broder Ville; Comunidades S. Teresinha, S. Vicente de Paulo; Professores e Alunos.
• SÍMBOLO: Catecismo

Dia: 10/10 (Sex) - 19h
• REFLEXÃO DIÁRIA: A espiritualidade cristã na família, um casamento que dá certo.
• RESPONSÁVEIS: Apostolado da Oração
• CONVIDADOS ESPECIAIS: Movimentos da Matriz de Fr. Galvão (Pastoral da Juventude; Apostolado da Oração, R.C.C e E.C.C) e Comunidades Cândido Athayde, Lagoa da Prata, Pilocarpina e Km 7;
• SÍMBOLO: Aliança

Dia: 11/10 (Sáb) - 19h
• REFLEXÃO DIÁRIA: Família de Nazaré, modelo para a família hoje.
• RESPONSÁVEIS: Grupo de Jovens
• CONVIDADOS ESPECIAIS: Comunidades Rancharia, Lagoa do Prado, moradores da BR 343; Sabiazal, S. Francisco, Cajazeiras e demais comunidades paroquiais de N. S. de Fátima e de N. Sra. da Graça;
• SÍMBOLO: Chave

Dia: 12/10 (Dom) - 17h – Festa de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil
• REFLEXÃO DIÁRIA: Família, lugar de viver o Sacramento.
• RESPONSÁVEIS: Catequese
• CONVIDADOS ESPECIAIS: Todos os devotos de Nossa Senhora Aparecida
• SÍMBOLO: Vela

OBSERVAÇÕES.
• Abertura da Festa: Procissão Luminosa saindo do Residencial Dom Rufino I com recitação do Santo Rosário às 18h00, seguida de Santa Missa;

• 3/10 e 10/10: após as novenas, haverá leilões. Traga e arremate joias!

• 4/10: (dia de São Francisco), a novena será celebrada pela manhã; em seguida, haverá café comunitário.

• Nos dias 5 a 9/10: após as novenas, haverá pequenos bingos. Cartela: R$ 1,00.

• 7/10: não haverá missa ou novena, mas, Celebração Penitencial e Confissões.

• De 5 a 11/10, meia-hora antes das celebrações, acontecerá a recitação do Santo Rosário;

• 11/10: após a Missa, haverá o “II JANTAR COM MARIA”. Exibível: R$ 5,00.

• 12/10: Procissão e Missa de encerramento com batizados às 17h. Em seguida correrá o Sorteio Comunitário (Um BINGÃO). Cartela: R$ 2,00.

• Os convidados não ficam responsáveis por nada na Liturgia, a não ser que expressem vontade. Para isso, favor, comunicar antecipadamente, ligando para nosso Coordenador Hermerson Saulo.

Participe!

Setembro: Mês da Biblia

 Discípulos Missionários a partir do Evangelho de Mateus é o tema proposto para o Mês da Bíblia de 2014, partindo das prioridades do Projeto de Evangelização “O Brasil na missão continental” e os aspectos fundamentais do processo de discipulado: o encontro com Jesus Cristo, a conversão, o seguimento, a comunhão fraterna e a missão.
    O lema é “Ide, fazei discípulos e ensinai” (cf. Mt 28,19-20). Ele foi indicado pela Comissão Bíblico Catequética, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), juntamente com as Instituições Bíblicas, entre elas o Serviço de Animação Bíblica.

QUEM É O AUTOR DO EVANGELHO SEGUNDO MATEUS?

   O Evangelho foi atribuído a Mateus, pela primeira vez, por um escritor cristão de nome Pápias, no II século E.C.. Pela tradição, Mateus era um publicano, foi um dos Doze Apóstolos (9,9; 10,3) e é identificado com o nome de Levi (Mc 2,14; Lc 5,27). Outros o consideram um escriba e o identificam com a frase presente em Mt 13,52. Porém, hoje sabemos que o Evangelho é fruto de um longo processo de redação e que foi atribuído a Mateus, por ser, certamente, uma pessoa importante para a comunidade.
   Apesar disso, podemos recolher algumas características do autor,  nas entrelinhas do evangelho. Provavelmente, tenha sido um judeo-cristão, pois conhecia os costumes, rituais e os métodos judaicos de interpretação dos textos; tem uma grande familiaridade o Antigo Testamento (1,23; 2,6.15.18; 13,14-15) e utiliza expressões próprias da cultura judaica (18,20). Apesar de seguir várias passagens do Evangelho segundo Marcos, o autor tem um estilo mais sóbrio eliminando detalhes secundários, frases difíceis, expressões repetidas e evita as referências às emoções ou que possam transparecer os limites de Jesus ou dos seus discípulos. Ele também ressalta o aspecto catequético dos milagres.
   O evangelho dirige-se, possivelmente, a uma comunidade proveniente do judaísmo, visto que os costumes judaicos não são explicados (15,2; 23,5), nem traduz as expressões aramaicas (5,22) e os temas escolhidos estão em sintonia com este contexto judaico, como: o Reino dos Céus, justiça, perfeição, entre outros.

QUANDO? ONDE FOI ESCRITO? COM QUAL FINALIDADE?
 
   O Evangelho segundo Mateus, provavelmente foi escrito entre os anos 80 a 90 E.C. Muitos estudiosos afirmam que o autor conhecia o Evangelho segundo Marcos e se serviu do mesmo para elaborar o seu texto. Quanto ao local no qual o evangelho foi escrito, existia uma primeira proposta de situá-lo na Palestina, baseada na hipótese de um original em hebraico ou aramaico do Evangelho, porém é uma hipótese que vem sendo fortemente questionada. A segunda hipótese, praticamente aceita, é de situá-lo na Síria, em Antioquia.
   O evangelho tem primeiramente a finalidade de demonstrar que Jesus é o Messias prometido pelos profetas e pelas promessas presentes no Antigo Testamento. Uma segundo objetivo é de fortalecer a fé cristã das comunidades, nesse momento marcado por conflitos, tensões e de crise para aquelas e aqueles cristãos, que ainda estavam estruturalmente ligados à comunidade judaica.

Fonte: Editora Paulinas

Novena de Nossa Senhora da Consolação leva um bom número de fiéis para as celebrações

 A festa de Nossa Senhora da Consolação que teve seu inicio no último dia 26 de agosto, vem acolhendo a cada noite diversos fiéis católicos, devotos e convidados a prestigiar este momento de fé.

A comunidade baseada no tema central escolhido pra festa "Com a mãe da Consolação vivenciamos as santas missões", todas as noites vem refletido sobre o nosso papel como missionários de Cristo.
A 6º noite da novena foi presidida pelo Pároco Frei Santos.

 Equipe de Cânticos Litúrgicos


A festa se encerra na próxima quinta-feira (04/09) com a procissão e a santa missa de encerramento.
Sintam-se todos convidados a vivenciar com a Mãe da Consolação o sentido de ser missionário Cristo.

Começa hoje a festividade em honra a Padroeira da Diocese "Nossa Senhora Mãe da Divina Graça"

De 29 a agosto a 08 de setembro acontece a grande festa em Honra à Santa Padroeira da Diocese de Parnaiba. E traz com central para a reflexão durante toda a festa "Maria e a Alegria de viver o evangelho" e lema "Meu Espirito se alegrou em Deus, meu salvador" Lc 1,47.

Todos os devotos e fiéis sintam-se convidados a vivenciar, orar e celebrar a novena em honra a nossa Santa Padroeira e a mais uma edição da tradicional caminhada com Maria.

A Paróquia da Graça, catedral da Diocese tem como Administrador paroquial o Pe. Francisco José Carvalho de Sousa e o Vigário Paroquial: Pe. Eduardo de Oliveira Furtado

A Igreja Catedral de Parnaíba foi construída no período de 1770 a 1795 pelo português Domingos Dias da Silva e pelo seu filho Simplício Dias da Silva (Fundador da cidade de Parnaíba).
 A Paróquia de N.-Sra da Graça foi criada a 02/03/1805, por D. Luís Homem, 13° Bispo da Diocese do Maranhão (abrangendo as Províncias do Maranhão, Pará e Piauí).
 A imagem da Nossa Senhora Mãe da Divina Graça foi trazida a Parnaiba em 1795, exposta no Altar-mor da catedral até os dias atuais.


A Diferença Que a Missa Faz

Ir à missa é ir para o céu, onde “Deus… enxugará toda lágrima” (Ap 21,3-4). Porém, o céu é ainda mais do que isso. O céu é onde nos colocamos sob julgamento, onde nos vemos na clara luz matinal do dia eterno e onde o justo juiz lê nossas obras no livro da vida. Nossas obras nos acompanham quando vamos à missa.

Ir à missa é renovar nossa aliança com Deus, como em uma festa de núpcias – pois a missa é o banquete das núpcias do Cordeiro. Como em um casamento, fazemos votos, comprometemo-nos, assumimos uma nova identidade. Mudamos para sempre.

Ir à missa é receber a plenitude da graça, a própria vida da Trindade. Nenhum poder no céu ou na terra nos dá mais do que recebemos na missa, pois recebemos Deus em nós mesmos.

Jamais devemos subestimar essas realidades. Na missa, Deus nos dá sua própria vida. Isso não é apenas uma metáfora, um símbolo ou uma antecipação. Precisamos ir à missa com os olhos e ouvidos, mente e coração abertos à vontade que está diante de nós, a verdade que se eleva como incenso. A vida de Deus é uma dádiva que precisamos receber apropriadamente e com gratidão. Ele nos dá graça como nos dá fogo e luz. Fogo e luz, mal usados, podem nos queimar ou cegar. De modo semelhante, a graça recebida indignamente sujeita-nos a julgamento e a consequências muito terríveis.

Em toda missa, Deus renova sua aliança com cada um de nós, colocando diante de nós a vida e a morte, a benção e a maldição. Precisamos escolher a bênção para nós e rejeitar a maldição, e precisamos fazer isso desde o início.

A partir do momento em que entra na igreja, você se coloca sob juramento. Ao mergulhar os dedos na água benta, você renova a aliança que eu iniciou com seu Batismo. Talvez você tenha sido batizado quando bebê; seus pais tomaram a decisão por você. Mas agora, com esse simples movimento, você toma a decisão por si mesmo. Toca com a água benta a fronte, o coração, os ombros e os persigna como “nome” com que foi batizado. Relacionada com esse movimento, está sua rejeição a Satanás e a todas as suas pompas e obras.

Ao fazer isso, você comprova, dá testemunho, como o faria no tribunal. No tribunal, a testemunha põe em jogo sua pessoa, sua reputação e seu futuro. Se não disser a verdade, toda a verdade e nada mais que a verdade, sabe que sofrerá sérias consequências.

Também você está sob juramento. Não se esqueça: a palavra latina sacramentum significa, literalmente, “juramento”. Quando faz o sinal-

da-cruz, você renova o sacramento do Batismo, desse modo renovando sua obrigação de corresponder aos direitos e deveres da nova aliança. “Amarás o Senhor, teu Deus, com todo o teu coração, com todo o teu ser, com todas as tuas forças”; “amarás o teu próximo como a ti mesmo”.

Você jura, de modo especial, dizer a verdade durante esta missa, pois este é o tribunal do céu; aqui, Deus abre o livro da vida; aqui, você ocupa o banco das testemunhas. Muitas e muitas vezes durante a missa você diz “AMÉM”, a palavra aramaica que transmite consentimento e conformidade: Sim! Assim seja! De verdade! “Amém” é mais que resposta; é compromisso pessoal. Quando diz “Amém”, você compromete sua vida, portanto é melhor ser sincero.

Assim, na missa, você não é mero espectador. É participante. É sua a aliança que Jesus em pessoa vai renovar .

Texto retirado de uma bela obra de *Scott Hahn, chamada “O banquete do Cordeiro” na qual ele relata o começo de sua experiência ainda como calvinista quando foi a estudo participar da Santa Missa.

*HAHN, S. O banquete do Cordeiro: a missa segundo um convertido. 11ª edição. São Paulo: Ed. Loyola, 2009.

*Um dos livros de Scott Hahn, um renomado professor de teologia e de Escritura na Universidade Franciscana em Steubenville, nos Estados Unidos, fundador e dirigente do Institute off Applied Biblical Studies, é o “Banquete do Cordeiro”, no qual revela um segredo duradouro da Igreja: a chave dos cristãos para entender os mistérios da missa.

O autor explora o mistério da Eucaristia com os olhos novos e fala da missa como um poderoso dama sobrenatural, no qual o sacrifício real do Cordeiro traz o céu à terra. Hahn era protestante calvinista e quando se pôs a estudar sobre a vida dos primeiros cristãos, se aproximou da Eucaristia.

Artigos - Post.
De: Editora Cléofas Site: Católicos de Fé

Papa Francisco envia ajuda de um milhão de dólares ao Iraque

O Papa Francisco enviou uma ajuda de um milhão de dólares aos cristãos e outras minorias religiosas iraquianas que tiveram que deixar suas casas em fuga dos milicianos do Estado Islâmico.

Uma parte desta doação foi levada pelo Cardeal Fernando Filoni, que esteve em missão especial no país. O próprio cardeal revelou a notícia em entrevista à CNS, agência católica de notícias dos EUA. Dom Fernando visitou Erbil de 12 a 20 de agosto, e na volta, teve um encontro com o Papa para ilustrar a sua missão. Ele disse que levou consigo apenas um décimo da ajuda e que 75% do dinheiro foi entregue aos católicos e 25% à comunidade dos 'yazidis'.

Em entrevistas a jornais italianos, o cardeal sugeriu uma missão de 'capacetes azuis' da ONU para proteger os refugiados cristãos forçados a abandonar suas casas. Dom Fernando também falou sobre a ameaça das organizações terroristas islâmicas: "Estes grupos atuam mostrando-se bem equipados com armas e dinheiro. A questão é 'como é possível que este movimento de recursos tenha passado despercebido a quem devia controlar'

Fonte: AIS

Fè e compromisso


 

O mundo está cheio de cristãos que recitam muito as palavras do credo, mas as põem muito pouco em prática. Ou de eruditos que compartimentam a teologia em uma séria de possibilidades, sem que essa erudição, depois, se reflita concretamente na vida, ASSIM FALA O Papa Francisco. É um risco que, há dois mil anos, São Tiago já temia .

Foi o Papa Francisco que falou assim quando se referia que a fé deve nos levar a assumir um compromisso.  A fé sem frutos na vida, a fé que não dá fruto nas obras, não é fé, assim nos fala o Papa Francisco.
 E ele continua dizendo: Também nós nos enganamos às vezes sobre isto: Mas eu tenho muita fé, ouvimos dizer, eu acredito em tudo, tudo...Mas a pessoa que diz isso leva uma vida morna.

A sua fé é como uma teoria, mas não é viva na sua vida. O apóstolo Tiago, quando fala da fé, fala precisamente da doutrina, do conteúdo da fé.

 Podemos conhecer todos os mandamentos, todas as profecias, todas as verdades da fé, mas, sem a prática, de nada serve. Podemos recitar o credo teoricamente, também, sem fé, e há muita gente que faz isso.
Até os demônios conhecem muito bem o que se diz no credo e sabem que é verdade. Saber em que se deve crer ainda não significa que a pessoa tem fé.
 Se a pessoa pensa que a fé é um sistema de ideias ideológicas, também no tempo de Jesus havia gente assim.
O São Tiago nos fala: “Crês que há somente um Deus? Fazem bem, Até os demônios o creem e tremem diante dele”.
O Papa explica quando fala: que os demônios, não tem fé, porque ter fé não é ter um conhecimento, mas acolher a mensagem de Deus trazida por Cristo.
 Os cristãos que pensam a fé como um sistema de ideias, ideológico, também no tempo de Jesus havia gente assim. 
Mas o Papa lembra que tem pessoas que não conhecem a doutrina, mas tem uma profunda fé. Lembra a mulher cananeia, que, com sua fé, chora pela cura da filha vítima de uma possessão, e a samaritana, que abre o seu coração porque encontrou não verdades abstratas, mas o próprio Cristo.

A fé sempre leva ao testemunho. A fé é um encontro com Jesus Cristo, com Deus, e leva ao testemunho.

É isto o que o apóstolo quer dizer: uma fé sem obras, uma fé que não nos compromete, que não nos leva ao testemunho, não é fé. São apenas palavras e nada mais do que palavras. Os apóstolos pediram ao senhor: aumente a nossa fé.

Estes apóstolos que presenciaram o grandes milagres e ensinamento de Jesus, perceberam que fé deles era pequena. Assim também nós precisamos constantemente pedir que o Senhor aumente a nossa fé.

Por isso precisamos também o testemunho dos outros que estão vivenciando a fé.
Também nos dias de hoje temos milhares de pessoas que deixam a própria terra, casa e família porque não estão abdicando da fé.
 São milhares de pessoas que atualmente no Iraque estão fugindo porque não querem negar a fé que receberam dos antepassados.
Estão fugindo de uma terra onde desde dos tempos bíblicos o povo vive a fé cristã e agora estão sendo perseguidos e torturados pelas milícias dos muçulmanos .
Nós geralmente não estamos sofrendo por causa de nossa fé, será que por isso às vezes nos falta o testemunho desta fé?

Firme na fé e fiquem com Deus

Fonte: Diocese de Parnaiba

Suposta "ameaças" do Estado Islâmico (ISIS) contra o Papa correm o mundo

A imprensa brasileira está repercutindo a notícia dada pelo jornal italiano “Il Tempo” de que os jihadistas islâmicos planejam matar o Papa Francisco (Veja). A informação teria vindo de membros do serviço secreto italiano. Seria um alarme falso? Parece que não.
Vamos pensar: Hitler tinha um plano para matar Pio XII (ACI); há fortes indícios de que a KGB teria ordenado o atentado a São João Paulo II (Terra). Depois dos nazistas e comunistas, agora são os jihadistas que buscam subjugar todos os povos. Como vemos, o Papa sempre está na mira dos candidatos a Pink & Cérebro. Até os piores seres humanos sabem que o Sucessor de Pedro é o maior obstáculo para o estabelecimento do império do mal.

Estamos em uma das fases mais negras da história da humanidade, mas pouca gente aqui no Brasil está se dando conta disso. Os jornais mais populares não estão informando a dimensão do problema que está se alastrando pelo mundo – a jihad – e nem estão alertando sobre como isso pode nos atingir em um futuro próximo. Parece uma tragédia distante.

Um exemplo dessa alienação foi dado pelo “Fantástico“, que no último domingo fez o maior papelão na matéria exibida sobre o grupo jihadista ISIS.  O programa se limitou a falar da decapitação do jornalista James Foley, e disse que o ISIS estava matando muçulmanos do exército iraquiano. Ponto. É como se o genocídio de cristãos e yazidis não existisse!
 
Milhares de cristãos e yazidis tiveram que fugir de Mossul e de Qaraqosh, pois não queriam se submeter a uma conversão forçada (saiba mais aqui). 
Durante a invasão a Qaraqosh, um menino cristão de cinco anos foi cortado ao meio (Christian Post).
Centenas de refugiados yazidis estão no deserto morrendo de fome e de sede. A equipe de TV da BBC expôs uma matéria comovente, que mostra o resgate de um menino deficiente que foi resgatado no deserto (veja aqui).
Só nas últimas semanas, segundo a ONU, 670 mil cristãos deixaram as suas casas e foram para Sinjar, Erbil e para a região autônoma do Curdistão (AIS).

No Curdistão, milhares refugiados cristãos estão amontoados em ginásios e igrejas. Durante o dia, são 43º à sombra dentro das tendas. Faltam medicamentos e outros itens essenciais (AIS).

 A ONU afirma que o número de cristãos no Iraque diminuiu cerca de 80% na última década; isso revela que o nosso povo vem sofrendo na mão dos muçulmanos locais muito antes da chegada do ISIS (AIS).
    Os templos cristãos estão sendo destruídos pelos jihadistas.
Os militantes do ISIS enterraram vivas mulheres e crianças yazidi e decapitaram cristãos que não conseguiram fugir das cidades invadidas. Centenas de mulheres yazidis e cristãs foram vendidas em praça pública como escravas sexuais ou esposas (Diário Digital, El Mundo e AIS).
O Papa Francisco enviou o Cardeal Fernando Filoni a Erbil para levar uma doação em dinheiro e solidariedade aos cristãos refugiados (Agencia Ecclesia). O Papa também tem feito contínuos apelos à comunidade internacional para que parem a ação dos jihadistas no Iraque.
Os Estados Unidos e a União Europeia parece que não estão nem aí. Com muito atraso, os EUA fizeram alguns bombardeios para deter o ISIS, mas nada além disso. A denúncia foi feita pelo patriarca caldeu, Dom Sako (Radio Vaticana).

O pior de tudo é saber que em diversos outros países de maioria islâmica estão matando, estuprando e expulsando cristãos de suas terras, e já não é de hoje. No Afeganistão, em Mali, nas Ilhas Maldivas, no Egito, na Nigéria, no Sudão, no Paquistão, na Síria, no Irã, na Indonésia, no Iêmen… a lista é extensa. A isso, se somam as hostilidades sofridas pelos cristãos europeus, por parte da crescente comunidade muçulmana no continente.

Diante das ameaças ao nosso Papa e ao nosso povo, precisamos ter fé nas palavras do Evangelho:
     “Digo-vos a vós, meus amigos: não tenhais medo daqueles que matam o corpo e depois disto nada mais podem fazer. Mostrar-vos-ei a quem deveis temer: temei àquele que, depois de matar, tem poder de lançar no inferno; sim, eu vo-lo digo: temei a este.

    “Não se vendem cinco pardais por dois asses? E, entretanto, nem um só deles passa despercebido diante de Deus. Até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais, pois. Mais valor tendes vós do que numerosos pardais.” (Lc 12,4-7)

Essa esperança se reflete nos lindos olhos de Aws, um menino iraquiano refugiado na cidade de Sulemaniyah (foto acima, da Fox News). Aws tem 10 anos, e exibe a cruz desenhada em seu braço. A casa em Mossul, que sua mãe havia comprado após anos de economias, ficou para trás. Mas ele diz que está bem assim. E sua avó, acamada, complementa: “Eu estou muito feliz porque agora estamos seguros. Somos sortudos!”.

 Para o vaticano as supostas “ameaças” do Estado Islâmico contra Francisco não têm fundamento.

Em resposta às notícias que sustentam que terroristas do Estado Islâmico (ISIS) estão ameaçando de morte o Papa Francisco assinalando-o como o “portador de uma falsa verdade”, o diretor do Escritório de Imprensa do Vaticano, Padre Federico Lombardi, declarou que não há razão para a preocupação e desmentiu os rumores.

“Não há nada sério nisto. Não há uma preocupação particular no Vaticano. Esta notícia não tem fundamento”, declarou hoje à agência CNA do Grupo ACI de notícias em inglês.

Os rumores sobre o ISIS e o Bispo de Roma deram a volta ao mundo ontem depois da publicação de um artigo no jornal italiano “Il Tempo”, segundo o qual o número de jihadistas na Itália está em aumento devido à influência de imigrantes não identificados no país.

O artigo sustenta que os fundamentalistas islâmicos do Estado Islâmico, grupo liderado por Al-Baghdadi, querem “elevar o nível de confrontação” na Europa e mencionaram fontes israelenses segundo as quais que o Papa seria um dos potenciais alvos do ISIS como o “maior expoente das religiões cristãs”.

Al-Baghdadi é considerado o chefe de estado e monarca absoluto do autoproclamado Estado Islâmico (ou califado) no Iraque ocidental e Síria nororiental, e é o anterior líder do Estado Islâmico do Iraque e o Levante (ISIL), também denominado como o Estado Islâmico do Iraque e Síria (ISIS).

Apesar de notícias sobre ameaças de atentados na Europa e especificamente contra o Papa parecem serem infundadas, no dia 20 de agosto a rede italiana de televisão RAI informou que a Itália reforçou sua segurança. Segundo a própria emissora, porém, não há indícios sólidos de ameaças ou ataques no país apesar de que o governo tenha emitido um alerta de alcance nacional.

Fontes da noticia/site: o catequista  e acidigital





 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2014. PARNAIBA CATÓLICA - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger